Arquivos Página principal - Página 6 de 6 - Irreverência Baiana
80
archive,paged,category,category-pagina-principal,category-80,paged-6,category-paged-6,ajax_fade,page_not_loaded,,qode-title-hidden,qode_grid_1300,hide_top_bar_on_mobile_header,qode-content-sidebar-responsive,transparent_content,qode-theme-ver-1.0

Vivemos nessa mania de diminuir a quem nos servem. É difícil dá um sorriso de bom dia ao frentista ao abastecer o carro com um monte de cavalos, é difícil tratar o camelô com dignidade por ser alguém que está na corda bamba da informalidade...

O tal do modismo nos empurra para um abismo desleal. Por vezes eu tenho a sensação que estamos pragmaticamente perdidos. Perdoem-me senhores, mas não vi manifestação além das fronteiras sobre o maior desastre ambiental do Brasil em Mariana/MG, sobre aquele menino do Rio de Janeiro, João...

Amadurecer significa abandonar algumas certezas e frear alguns atos e emoções. Não faço mais questão de altar e vestido de noiva, tampouco de uma aliança com generosas pedrinhas de brilhantes. Isso não me deixa enlouquecida. Não mais. Em tempos de liquidez, amor com compromisso é ouro,...

Não me obrigue a falar que te amo quando esse sentimento não existir dentro de mim. Não me faça sair do conforto de minha cama quentinha quando eu não quiser. Não insista, não tente me impulsionar com motivos sem graça ou desnecessários. Não me obrigue a...

Iniciei os meus estudos naquele colégio, ainda bem pequena. Foi ali que dei os meus primeiros tombos, que aprendi a rabiscar, desenhar e escrever. Foi ali que aprendi o que era autoridade longe de casa, entre muitos puxões de orelha e pisõesno pé, entre castigos...