O caminho - Irreverência Baiana
640
post-template-default,single,single-post,postid-640,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,qode-title-hidden,qode_grid_1300,hide_top_bar_on_mobile_header,qode-content-sidebar-responsive,transparent_content,qode-theme-ver-1.0

O caminho

O sonho da caminhada nasce do desequilíbrio. Peregrinar é o ato de refletir na solidão. O equilíbrio é o caminho da segurança, ao mesmo tempo o mais difícil a ser trilhado. O caminho nasce com a tentativa de alinhar a razão e a emoção. A vida não pode ser resumida em sensações ou sentimentos primários, partimos de uma necessidade equalizar as urgências da humanidade com serenidade, porque há tantas pessoas sendo barulho. Não é tarefa fácil transformar os nossos valores sem entrega, sem paciência. Transformação carece coragem. O caminho é nutrir a fé e a razão. Este caminho é muito mais do que um simples pagamento de promessa, é a construção da fé, da nossa fé. É a entrega religiosa a si mesmo, é ser deus do próprio destino. É chegar ao fim sendo menos divino e mais humano. É abandonar em cada sono com os pés calejados as armaduras de super herói. Atravessar o longo caminho não é buscar mais questionamentos, nem oferecer o ataque, o objetivo é construir as pegadas, a vigília, a dor e as centenas de edificações dogmáticas. É chegar ao fim com dúvidas mais percebidas e infinitamente mais saudáveis. Tão importante quanto crer nas próprias crenças é duvidar e saber refletir sobre as suas inquietações. O peregrino normalmente faz o percurso sozinho, mas não se engane que ele será mais fraco, afinal quanto maior a armadura, mais frágil é o ser que habita. Vestido com roupas leves e confortáveis o peregrino está equipado com o de mais valioso: a fé, a esperança e o amor. Peregrinar é Passar a vida a limpo. É a entrega a si mesmo com um olhar frente ao futuro com lições do passado. A vida não pode ser resumida em uma ancora firme e definida. O grande dogma só será entendível quando duvidado e entregue a ele. Não estará completamente compreendido enquanto certeza imutável.

No Comments

Post A Comment