Para Maria - Irreverência Baiana
420
paged,page-template,page-template-blog-masonry-date-in-image,page-template-blog-masonry-date-in-image-php,page,page-id-420,paged-2,page-paged-2,ajax_fade,page_not_loaded,,qode-title-hidden,qode_grid_1300,hide_top_bar_on_mobile_header,qode-content-sidebar-responsive,transparent_content,qode-theme-ver-1.0

Para Maria, as suas memórias, as minhas confissões, a sua leveza e o nosso caminhar. Você não terá lembranças do que te aconteceu em seus primeiros estágios, mais eu vou. E esse registro eu escrevi para serem as suas memórias. É um pedacinho do meu coração...